Você sabe qual o tipo de parafuso certo para cada situação?

 

Pode parecer uma tarefa simples, mas escolher o tipo de parafuso certo nem sempre é tão rápido como gostaríamos. Seja para pendurar um quadro na parede ou para montar um móvel completo, escolher o parafuso certo é fundamental para garantir que não haja dores de cabeça no futuro.

Se você chegou até aqui, então provavelmente pode estar com dúvidas entre os vários tipos de parafuso, não é? Mas, calma! Nós fizemos uma lista super bacana com dicas importantes para você descobrir qual o parafuso certo para a sua necessidade!

Parafuso certo para o concreto, gesso e drywall

Use os parafusos com bucha

O concreto é o material mais usado nas construções brasileiras e tem como característica ser mais duro e resistente. Para a penetração e sustentação adequada, o mais correto é investir nos parafusos com bucha.

Já as paredes de gesso e drywall podem necessitar de parafusos com buchas específicas, porque são superfícies mais delicadas.

Parafuso certo para cada madeira

No caso da madeira, existem vários tipos de parafusos, dependendo da superfície e também da sua necessidade. Portas e paredes de madeira podem ser fixadas com ganchos especiais que possuem uma rosca autocortante (ao invés de um bastão liso). Isso facilita a sua instalação e ainda garante que não haverá acidentes ou problemas futuros.

Já para móveis de madeira, você poderá usar parafusos específicos, como o soft ou o sextavado interno. Em caso de usos mais abrangentes, opte pelo parafuso para madeira de cabeça chata.

Outras classificações importantes para encontrar o parafuso certo

Dependendo da função do parafuso, ele pode ser classificado em

Parafusos de pressão

São fixados por meio da pressão que é exercida pelas pontas dos parafusos em relação à peça que está sendo fixada. Podem ser encontrados modelos com ou sem cabeça.

Parafusos prisioneiros (ou estojo)
Não têm cabeça nem rosca em nenhuma das extremidades e são recomendados para situações que necessitam de montagem e desmontagem constantes.

Parafusos passantes

Atravessam — de lado a lado — a peça que será unida. Em alguns casos, além de porcas, eles podem usar contra porcas e arruelas. Podem ter ou não cabeça.

Parafusos não passantes

São aqueles modelos que não utilizam porcas, sendo que o papel da porca é realizado pelo furo roscado.

Parafuso certo: comprimento e diâmetro

Para escolher o parafuso certo é importante que você determine o comprimento e o diâmetro corretos. O comprimento indicado é aquele que seja suficiente para atravessar a primeira peça e penetrar na segunda, de forma a garantir a fixação correta. Uma dica é escolher um parafuso com comprimento três vezes maior que a espessura da primeira peça.

Já o diâmetro do parafuso deve ser pensado de acordo com o material que será furado. Para madeiras com 12 ou 15 mm, por exemplo, a dica é usar um parafuso com diâmetro de 3.5 mm.
Agora está mais fácil encontrar o parafuso certo para sua obra? Compartilhe essas dicas em suas redes sociais e ajude seus amigos a tirarem as dúvidas quanto aos parafusos certos.

Autor: Lucas Nunes – Marketing & Relacionamento IPABRAC.
www.ipabrac.com.br